Governo pretende diminuir orçamento das estatais

Notícias

Uma matéria veiculada pelo jornal O Globo (RJ), no último dia 4 de outubro, traz grande preocupação para os trabalhadores da Embrapa. A empresa, que já vem sofrendo com a precarização dos serviços prestados, ainda deve passar por mais impacto nas contas.

De acordo com o texto, até o dia 15 de outubro, o Governo deve enviar ao Congresso um projeto de lei que vai diminuir o orçamento das estatais de R$ 106,1 bilhões para R$ 95 bilhões, o que vai gerar uma redução de cerca R$11 bilhões. O governo ainda “cogita novo corte no orçamento das estatais de 2016, estimado em R$ 96,9 bilhões”, como explica o artigo.

A matéria expõe, ainda, que a proposta que já tramita no Congresso Nacional “embute um corte de R$ 9,3 bilhões, em relação ao orçamento de 2015.” A Embrapa, junto com Correios, Infraero, entre outras, devem sofrer uma redução total de R$ 1,7 bilhão nos investimentos.


A desculpa para essa atitude está na crise financeira que assola o País. Porém, conforme explica o presidente do SINPAF Nacional, não é possível admitir que uma empresa estratégica como a Embrapa seja levada ao sucateamento pelo governo. “A Embrapa tem que continuar sendo uma empresa estratégica livre desse tormento da corrupção e desvios de recursos”, disse o presidente.

“Vivemos em um momento de crise e é na crise que surgem as grandes soluções. Cortar orçamento da Embrapa não é a solução. Isso é sucateamento, um motivo para entregá-la à privatização. Não vamos admitir isso”, alertou o Julio Guerra.

Para a Diretoria Nacional, o governo precisa investir e preservar a Embrapa blindando seu orçamento para garantir que a empresa continue dando soluções para a agricultura brasileira e garantindo a geração de tecnologias que permitam a produção de alimentos saudáveis para a população.

Leia o texto de O Globo clicando aqui.

15:27:09

2015-10-07

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *