Embrapa Milho e Sorgo é condenada por desviar empregados de função

Jurídico

A Embrapa Milho e Sorgo recebeu duas condenações do TRT -MG (Tribunal Regional do Trabalho). Dois assistentes C que trabalhavam em funções de assistentes B foram assistidos pelos SINPAF. Na fase de execução das sentenças, os reclamantes fizeram acordo com a Embrapa. O SINPAF, por ter assistido os empregados em suas respectivas causas vai receber, em 60 dias, mais de R$ 15 mil reais em honorários. O processo percorreu duas instâncias de julgamento, sendo que o entendimento sobre a condenação é de 4 juízes do trabalho.


As ações mostram a necessidade da Embrapa rever seu plano de carreira para que empregados de diferentes cargos possam ascender na vida funcional. Em outras empresas, tais como Caixa Econômica, Banco do Brasil e Petrobras, as oportunidades para os empregados são maiores que na Embrapa.

Para saber mais sobre o desvio de função, clique aqui.

Fonte: SINPAF SETE LAGOAS

10:32:41

2015-05-20

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *