Trabalhadores da Embrapa aprovam prorrogação de cláusulas do ACT propostas pelo TST

Notícias

Nesta terça-feira (5/9), os trabalhadores da Embrapa aprovaram a prorrogação de 14 cláusulas do ACT 2016-2017 propostas pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). De acordo com o resultado das assembleias gerais, realizadas ontem e hoje (4 e 5), das 42 Seções Sindicais, 27 votaram favoráveis, 14 rejeitaram e uma não tinha informado o resultado até às 18h de Brasília.

Além das 14 cláusulas que serão prorrogadas, a Embrapa reiterou o compromisso de manter o aporte patronal para custeio da contribuição mensal do Plano de Assistência Médica (Casembrapa) de forma paritária com os empregados/associados.

Para a Diretoria Nacional do SINPAF, a aceitação da proposta do TST não significa que os empregados deixarão de lutar pelas demais cláusulas, muito menos que isso possa interferir no processo de dissídio coletivo do ACT 2017-2018, que já foi protocolado no TST.


“A aprovação da proposta certamente era o cenário possível nesse instante e, por isso, decidimos encaminhar favoravelmente para construirmos uma situação de maior tranquilidade para os trabalhadores. Enquanto isso, vamos continuar o diálogo no processo de mediação”, disse o presidente do SINPAF, Carlos Henrique Garcia.

Confira o resultado extraoficial:

Fonte: DN

08:32:53

2017-09-06

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *