Temer anuncia que trabalhadores poderão sacar todo o FGTS de contas inativas

Notícias

Em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (22), o presidente Michel Temer anunciou que o governo vai permitir que os trabalhadores saquem por inteiro as contas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) inativas até o dia 31 de dezembro de 2015. No total, a medida possibilita que cerca de 10,2 milhões de trabalhadores saquem o saldo.

No início de 2017, próximo de fevereiro, o governo vai divulgar um calendário para saque a partir da data de nascimento dos trabalhadores.

O objetivo do governo com a medida é injetar dinheiro na economia por meio do pagamento de dívidas familiares. O presidente afirmou que, “considerando o histórico de saque das contas do FGTS”, espera-se uma movimentação de R$ 30 bilhões. “É uma injeção de recursos que vai movimentar a economia sem pôr em risco a solidez do FGTS”, disse.


Temer ainda afirmou que a medida não coloca em risco a solidez do FGTS. “Estamos flexibilizando isso. Hoje há restrições para o saque dessa conta”, disse o presidente. Atualmente, os trabalhadores podem realizar o saque após três anos de desemprego. A medida é válida para o ano que vem.

Ainda durante a coletiva, o Ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, que a medida tem o efeito de “preservar a renda do trabalhador” ao custo de financiamento que ele possui no mercado. Ele reafirma que cerca de 86% das contas do FGTS são inferiores a um salário mínimo; “esse recurso, naturalmente, as pessoas utilizarão para suas necessidades, como pagamento de dívida”, disse, ressaltando que não haverá nenhuma restrição legal para a utilização dos recursos.

Fonte: Infomoney

14:54:5814:54:58

2016-12-22

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *