DN do SINPAF consegue aprovação da base para proposta de renúncia de direitos

Notícias

Após encaminhamento pela aprovação de despacho do TST (Tribunal Superior do Trabalho), a DN do SINPAF conseguiu aprovar na base a proposta do TST de perda de direitos. Mesmo com a garantia da pré-existência das cláusulas, em caso de julgamento pelo tribunal os empregados não corriam riscos de perder direitos, os empregados preferiram acordar pela renúncia a direitos sociais.

Envolta em polêmicas por descumprir deliberações do Congresso do SINPAF, depois de várias tentativas dos presidentes das Seções Sindicais de manifestação, greve e articulações políticas, a DN agiu intempestivamente e encaminhou a votação recomendando aprovação.

Desta forma, a DN do SINPAF consolida a blindagem que tem realizado ao presidente da Embrapa, Maurício Lopes.


Confira o placar e a nota da DN:

Nas Assembleias Gerais do SINPAF, realizadas nos dias 8, 11 e 12 de dezembro, os trabalhadores da Embrapa aprovaram a proposta da vice-presidência do Tribunal Superior do Trabalho (TST) para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2017/2018. Das 42 Seções Sindicais, até o momento, 27 votaram a favor e 14 contra a proposta.

O resultado foi encaminhado ao tribunal.

Caso a Embrapa também concorde com proposta apresentada pela vice-presidência do TST, o índice de reajuste dos salários e das cláusulas econômicas serão julgados pela Seção de Dissídios do tribunal no próximo ano, com data a ser agendada após o recesso judiciário.

Confira abaixo como foi a votação por Seção Sindical

Fonte: DN

08:47:38

2017-12-13

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *